7.26.2011

Substitutos

Alguns dizem que os avós são os pais substitutos, pois ficam conosco enquanto
nossos pais trabalham, nos mimam e nos defendem. Eles nos tratam melhor que aos
seus próprios filhos, isso é certo, mas por qual motivo? Talvez pela culpa de
terem errado antes, por seu amor ter amadurecido, ou por que estam com falta
de um filho em casa. Quem vai saber? Eu que não, mas posso perguntar.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Objeto

Um tempo atrás fui escolhida
por uma menina angelical.
Mas conforme o tempo passava,
nossa relação piorava.
Ela ia me deixando de lado,
então eu percebi
que era só mais um objeto,
um objeto usado.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Tempo

Os outros correm, pois têm pressa,
pressa de morrer.
A vida é tão curta,
mas não adianta dizer.
Para mim o tempo não passa,
eu nunca irei envelhecer.
Nunca sentirei amor,
mesmo se alguém me escolher.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Maquiagem

Quando m vejo no espelho
enxergo um outro alguém,
pois a maquiagem
tornou-me sua refém.
Eu não me pinto para ficar bonita,
ou por ser feia,
mas sim para esconder
a minha infinita tristeza.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Desprezada

Eu fico em meu lugar,
toda comportada.
Uma criança chega,
me olha e vira a cara.
Então eu percebo que fui trocada,
e fico ali, sozinha e mofada.
Eu torço para que um dia eu seja escolhida,
e que a minha mamãe seja uma linda menina.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Bonequinha

Eu te olho de longe, meu olhar te persegue. Eu faço a minha melhor pose, mas você nunca cede. Eu sei que é com você que eu tenho que ficar, e mesmo que demore eu
irei te esperar. Mas o tempo é muito curto, e você não me visita mais. As coisas
já mudaram, e eu não te reconheceria jamais. Mas não se preocupe comigo, algo que nunca fez, tudo já está decidido, irei embora logo de uma vez. Ontem recebi uma visita muito inusitada. Ela me fez um pedido que não recusarei por nada. Se der
tudo certo, sairei daqui hoje a tardinha. Só espero que se lembre da minha pose
de bonequinha.

_Amanda Maraschin Bruscato_

7.24.2011

História

Dê-me um lápis e um papel, pois vou lhe contar uma história que começa quando Deus criou o céu. Falarei de animais bem grandes, que nem tinham casas, pois eram muito gigantes. Vou lhe contar sobre Adão e Eva, e de todos os outros homens que evoluíram aqui na Terra. Falarei sobre Guerra e Revolução, para ver se consigo tocar seu coração. Enfim, eu vou comentar muitas histórias, revelando para você todas as suas glórias.
O universo era muito escuro, só tinha um buraco negro, e só de contar a história, eu fico morrendo de medo. Deus criou os planetas, e o que vivemos é a Terra; com eles criou as estrelas, que já estão aqui a eras. Ele também criou os dinossauros, mas não tenha medo não, pois desde muito tempos estão em extinção.
Só quando a Terra já era bem velhinha, o primeiro homem apareceu; mas teve que sair do paraíso, pois não cumpriu com as regras que Deus estabeleceu. Mesmo assim, novos homens foram surgindo, e a cada geração, novas coisas foram descobrindo. O homem sempre gostou de brigar, mas sem perceber, muita confusão conseguiu gerar. As pessoas se revoltaram contra os líderes de seus povos, e assim os grupos se separaram, gerando só mais confronto.

_Amanda Maraschin Bruscato_

Recomeçar

Quando eu venho discutir,
Para te explicar,
Você foge das respostas,
Não adianta nem falar.

Se eu venho te dizer,
O que você é para mim,
Você finge que não ouve,
Por que eu continuo a fim?

Eu não sei por que,
Eu estou aqui,
Olhando para você,
Tentando te fazer ouvir.

Eu não sei se vou,
Conquistar-te,
Fazendo você voltar atrás,
E recomeçar.

_Amanda Maraschin Bruscato_